22 de jun de 2013

Correr no frio exige cuidado dobrado com roupas e circulação sanguínea


Foto: Divulgação


Usar calças de corridas, blusa "segunda pele" e proteger as extremidades do corpo são práticas fundamentais para evitar doenças e dedos congelados


O inverno chegou, e as temperaturas já começam a cair, chove mais, e a preguiça para ir treinar aumenta. Não tem jeito: levante do sofá, calce o tênis, amarre o cadarço e comece a correr.

No entanto, correr no frio não é tão simples assim. Vale a pena observar a temperatura da sua cidade. Às vezes, uma blusa “segunda pele” por baixo da camiseta consegue manter a região do tórax bem aquecida, facilitando a circulação sanguínea. Também está na hora de tirar as calças de corrida do armário e usá-las. Alguns corredores só gostam de shorts ou bermudas, mas, dependendo de onde o atleta mora e do horário em que está iniciando sua corrida, uma calça é bem-vinda.

O uso do casaco, chamado de corta-vento, também é recomendado, principalmente pra quem treina à noite. A vantagem dele em relação à blusa “segunda pele” é que ele pode ser aberto ou retirado se começar a esquentar demais durante o treino - algumas pessoas têm a taxa de suor muito elevada.

Para a maior parte do país, luvas e gorros são excesso, mas faz muito frio no interior da região Sul e proteger as extremidades - pés, mãos e orelhas - é fundamental. Durante a corrida, o fluxo sanguíneo se concentra na região central do nosso corpo, deixando as extremidades mais desprotegidas e suscetíveis a problemas circulatórios. Fique ao atento ao termômetro!

Caso corra na chuva, tire a roupa assim que chegar em casa e tome um banho quente. Coloque as roupas para lavar imediatamente, a fim de mantê-las bem conservadas.
Fonte: Globo Esporte 
Bons treinos!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner
Confira alguns produtos para CORRIDA em nosso site:
Tênis Mizuno Wave Prime 9 Osaka
Calça Flets Sport Running Soul 2013
Jaqueta Mizuno Run Girle Feminina
Luva Nike Swift Gloves Running Feminina

Um comentário: