14 de ago de 2013

Frequência respiratória é influenciada pela intensidade do exercício

Foto: Shutterstock


Ritmo das atividades influenciam na respiração e no desenvolvimento do treino


Você já percebeu que quando ultrapassa certo limite crítico de intensidade de exercício fica difícil falar sem que a respiração fique ‘cortando’ suas frases?  Este fato é a constatação prática de que existe um limite de intensidade a partir do qual a respiração apresenta um aumento muito acentuado de sua frequência. A frequência respiratória é um marcador de intensidade de exercício assim como a própria frequência cardíaca.

A diferença entre as duas frequências é que a de batimentos cardíacos aumenta sempre de forma proporcional com o aumento do ritmo ou intensidade do exercício. O método mais utilizado para aferir a intensidade do esforço é exatamente monitorar os batimentos do coração.

Certamente quem pratica exercícios físicos já sabe que existe uma faixa de frequência cardíaca recomendada para manter uma intensidade adequada de esforço. Geralmente se utiliza a fórmula mais simples que é calcular a frequência cardíaca máxima fazendo o seguinte cálculo: 220 menos a idade do atleta e calcular uma faixa de 70 a 85% desse valor como zona de treinamento aeróbico.

Para a frequência respiratória não existe um monitor para aferição, e não é comum ninguém ficar contando quantas vezes respira por minuto. A tentativa de fazer esta contagem muito provavelmente levaria a uma interferência voluntária no ritmo respiratório, o qual ao contrário da frequência cardíaca pode ser alterado quando ‘pensamos’ para respirar.

Entretanto, o ritmo respiratório aumenta com a intensidade do exercício até que num determinado momento ocorre um aumento rápido e acentuado. Neste momento crítico que corresponde a uma determinada intensidade de exercício, a respiração ‘detecta’ o acúmulo de ácido láctico que começa a ocorrer e aumenta de forma acelerada para eliminar o CO2 (gás carbônico) que é produzido a mais.

A partir desta intensidade a respiração começa a ‘cortar’ a fala e fica cada vez mais difícil a comunicação verbal durante o exercício. Para quem já ouviu este termo, esta intensidade é chamada de limiar anaeróbico e representa o limite de intensidade para manter, por exemplo, um ritmo constante numa corrida de longa duração.

Portanto, ajustar a intensidade do exercício até o limite que a comunicação verbal não seja prejudicada pela respiração é uma forma simples e prática de controlar a intensidade adequada e o mais interessante, este ponto coincide com a faixa de batimentos cardíacos entre 70 e 85% da frequência cardíaca máxima.
Bons treinos!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner
Confira alguns produtos em nosso site:
Monitor Cardiaco Timex Easy TrainerTênis Mizuno Wave Nexus 7 FemPolaina Cep Allsports Sleeve Fem

Nenhum comentário:

Postar um comentário