8 de ago de 2012

Meia Maratona Golden Four Asics

Nina Keller
Olá pessoal!

No início da semana passada eu estava exausta, estava com sono o dia inteiro e comecei a achar que era devido aos fortes treinos de natação na hora do almoço, então resolvi me poupar um pouco, não estava rendendo nos treinos, estava sem a mínima vontade de treinar, queria só ficar na cama assistindo as Olimpíadas.
Na sexta feira a noite resolvi ir correr, tinha na planilha um giro de 12 km, mas encontrei dois amigos, um deles vai fazer Penha e nos dois somos “meio competitivos” e começamos a querer puxar o pace, terminei o treino devia estar uns 4’10”, estava até meio atordoada, porque parecia que estava em uma prova disputando com um cara de 1,90 m de altura e pelo menos 1, 20m de perna! Cada 3 passos meus era uma passada dele. 
Sábado “pancada” na ciclovia, fiz 80 km ao todo, sendo 30 km de giro e 50 km forte, estava me sentindo bem, arriscando até umas “fugas” do pelotão em que estava. Cheguei em casa satisfeita, porém meio preocupada com a ½ maratona Golden Four Asics no domingo. A largada era as 7 da manhã e não costumo conseguir dormir cedo aos sábados. Na noite de sábado para domingo estava me sentindo mal, acho que estava com um pouco de febre, mas não me sentia resfriada e nem tinha dor no corpo, fiquei indecisa se ia fazer a prova ou não, estava mal e só consegui pegar no sono as 2 e pouco da manhã, meu despertador não tocou e acordei sozinha as 6:33 ! 
Acordei, olhei para o relógio e abri a janela, o dia estava feio, quase desisti, mas pensei: Tenho que correr um longo de 21 km... Apesar do céu cinza... Respirei fundo e fui! Em 5 minutos sai correndo literalmente para não perder a largada. Quando estava na Ponte Cidade Jardim já avistei o povo todo enfileirado, pensei comigo “Não vai dar”!Apertei o passo, e lá estava eu suando e aquecida, pronta para a largada. 
Fui no meu ritmo, estava sozinha, então cacei alguém com um pace bom. Achei um cara com um bom ritmo, encostei e até pedi o pace  (esqueci meu relógio) e assim fomos do km 6 até o km 11, depois comecei a me sentir melhor e apertei um pouco o passo, no km 16 estava me sentindo melhor ainda, apertei mais o passo e ainda terminei com um sprint no último km! Finalizei em 1h41min, queria ter feito em menos tempo, mas dentro das circunstâncias acho que foi um ótimo treino. Passei o resto do domingo vibrando com o Atletismo nas Olimpíadas, é incrível ver aqueles ser-humanos-máquinas! Fico emocionada!
Ontem o treino foi leve, uma natação solta na hora do almoço e descanso, hoje pela manhã tivemos o Triathlon em Londres, e para quem se lembra do meu post sobre os favoritos a ganhar as medalhas, foi o que realmente aconteceu, Alistair  Browlee Ouro, Javier Gomez prata e Jonathan Browlee bronze! Foi muito merecida a medalha do Alistair, ele não se poupou em nenhum momento, puxou e comandou o 1° pelotão o tempo inteiro, e correu insanamente com um pace de 2’52” o km, ele não é normal!
Já os brasileiros não se deram tão bem, Reinaldo Colucci chegou em 36° e o Diogo Sclebin em 44°. 
Fiquei tão empolgada com a prova que fui pedalar meus 60 km na ciclovia!
E viva as olimpíadas, elas motivam qualquer um!

Bons treinos!

Por Nina Keller

Confira alguns produtos para você largar na frente:

Um comentário:

  1. Nina, adorei seus comentários sobre os treinos, dá pra escrever um livro !!! Vc escreve bem !!!

    bjos Mariana Toscano ,do clube pinheiros

    ResponderExcluir