14 de mar de 2013

Hoje tivemos mais dois acidentes envolvendo ciclistas

Foto: Bike Action

Infelizmente tivemos mais dois casos de atropelamento de ciclistas nesta quinta-feira


Hailton Pereira da Silva, de 48 anos, estava no acostamento da via Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225), quilômetro 225, sentido Bauru-Pederneiras, quando, por motivos ainda não esclarecidos, foi atingido por um Fiat/Strada, que capotou na via. Hailton não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O outro atropelamento foi de Clemilda Fernandes Silva. Ela sofreu um acidente durante um treino em uma rodovia em Goiânia, nesta quinta-feira. A atleta, 16º colocada no Mundial da Holanda, no ano passado, pedalava quando foi atropelada por um caminhão que não prestou socorro, de acordo com a sua irmã e também ciclista, Janildes Fernandes. Recentemente Clemilda venceu o Tour de El Salvador e conquistou a medalha de prata na última edição da Copa América. Ela foi socorrida por uma ambulância do SAMU e encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da clínica Santa Isabel, no centro da cidade, com escoriações pelo corpo e um corte profundo na cabeça. 

Nota Fast Runner

O que está acontecendo? São tantos casos envolvendo atropelamentos de ciclistas que não tem fim em nossa indignação! Onde vai parar essa situação? 

Todo esportista merece ser respeitado em seu espaço!

4 comentários:

  1. O problema do nosso país que todos os dias presenciamos atrocidades absurdas e a lei só serve para enfeitar. Nenhuma punição efetiva acontece.Assim fica fácil, viver do jeito que se quer sem punição.

    Temos que aplicar as leis com severidade e rigor, sem piedade para todo e qualquer criminoso. Só assim vamos chegar a níveis desejáveis de mudança e justiça

    ResponderExcluir
  2. O maior problema é a falta de EDUCAÇÃO e a inversão dos valores... Não existe respeito ao próximo! Associe isso à impunidade e aí está o resultado!

    ResponderExcluir
  3. Existem uma série de fatores que acabam culminando neste tipo de episódio, mas o mais significativo é cultura e educação, não adianta termos leis rígidas e sempre dar-se um jeitinho "brasileiro" de burlar, mesmo se fizermos nossa parte de cobrar os orgãos competentes,em questão de dias cai no esquecimento popular. Nós brasileiros somos condizentes por natureza, experimente aumentar a gasolina sem motivo na Argentina por exemplo? Todos os dias, infelizmente, postamos as mesmas noticias, que sequer chegam aos orgãos competentes, pois nao temos ninguém que possa expressar nossas idéias nos altos escalões. Realmente é muito dificil morar em um pais que pensa que se constrói um caracter jogando bola, nada contra os jogadores de futebol, realmente uma pena em um pais como o nosso que possui inumeros ciclistas, ginastas, nadadores, triatletas, corredores e por ai vai do mais alto escalão, escondindos em algum lugar a espera de um milagre.
    Desculpe minha indignação, mas é triste ver o que estão fazendo com nosso país e ter que ficar na janela olhando!

    ResponderExcluir