23 de abr de 2013

Entre para um grupo de ciclismo e vença o medo de pedalar no trânsito


Usar a bike em turma traz condicionamento físico e acaba com a insegurança


As pedaladas têm gostinho de superação quando você é criança. Difícil encontrar quem não se lembre com sorriso do dia em que o equilíbrio venceu e as rodinhas foram deixadas de lado. Sensação parecida aparece quando, para deixar de sofrer com o trânsito da cidade, muita gente resolve apostar na bike. Dispostas a vencer o desafio de enfrentar buracos, lombadas e motoristas impacientes, muitas pessoas procuram estímulo extra nos grupos de ciclismo. "Em turma, o entusiasmo e a segurança aumentam, favorecendo a prática", afirma o professor Leandro Carvalho, que trabalha com treinamento e assessoria de corrida de rua e ciclismo.

Lívia Araújo começou tímida, arriscando pegar a bicicleta de vez em quando para ajudar na dieta. Tomou gosto pela brincadeira e ingressou em um grupo de ciclistas urbanos de Porto Alegre (RS). A turma usa a bike como meio de transporte para a maioria dos deslocamentos e se reúne uma vez por mês para pedalar como diversão. "Hoje pedalo para o trabalho, faço passeios e também usa a bicicleta quando preciso fazer pequenas compras", conta. Mas ainda não é fácil, existe uma guerra entre carros, motos e bicicletas. Lívia acredita que o espaço das bicicletas deve ser respeitado, sem imposição. "A cidade só tem a ganhar com mais ciclistas nas ruas". 

A regra, comum a todos os grupos, não deixa brecha para confusão. Nenhum ciclista deve ser deixado para trás e a descoberta de distâncias e percursos desafiadores precisa fazer parte da programação.

Em relação à segurança, optar por um grupo de ciclismo tem outra vantagem. "É muito mais difícil um motorista cometer uma imprudência e colocar em risco a vida de uma massa sobre rodas do que de um ciclista sozinho. E, no caso de quem pedala à noite, sempre há alguém que fazer companhia até em casa após o circuito", lembra a ciclista Lívia. No caso de haver acidente, o grupo consegue socorrer e providenciar todo suporte necessário muito mais facilmente, além de serem reduzidas as chances de assalto. 

Por outro lado, o grupo também ensina os ciclistas a respeitarem os carros e as motocicletas. Uma lição importante quando se tem em conta o número reduzido de ciclovias que cortam as vias urbanas. "Oferecer passagem, prestar atenção nos sinais de trânsito e evitar a competição com os outros veículos são práticas de grupo que tornam-se naturais quando você está pedalando."

6 dicas para encontrar um grupo


  • Entre em contato com a associação de ciclistas da sua cidade. Eles podem recomendar grupos sérios e comprometidos com pedaladas seguras.
  • Reflita sobre seus interesses em pedalar: rotas rurais, por exemplo, não ajudam se você tem como objetivo perder o medo para encarar o trânsito da cidade.
  • Pergunte sobre o limite de ciclistas permitido: há grupos de dez pessoas enquanto outros admitem até oitenta ciclistas pedalando ao mesmo tempo.
  • Faça perguntas sobre o preparo físico exigido: você pode perder o interesse rapidamente caso seja encaixado em uma turma com preparo físico muito superior ao seu e não sinta dificuldade demais para realizar os percursos.
  • Faça uma lista dos dias e horários mais convenientes para você. A bicicleta deve ser um meio de melhorar a sua qualidade de vida, e não mais uma fonte de estresse.
  • Busque opiniões de integrantes do grupo que você escolher. Assim, fica mais fácil ter uma idéia do clima que predomina entre os participantes e você já começa a se enturmar. 

Fonte: Minha Vida 
Boas pedaladas!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner
Confira alguns produtos para CICLISMO no site:
Bretelle Scott RC
Pisca Laser Safe Light
Fita Planet Bike Refletiva
Capacete Lazer Helium


Nenhum comentário:

Postar um comentário