1 de jul de 2013

O valor de vencer sem Doping


Foto: Divulgação/ Blogs Bettor


Todos sabemos que no esporte alguns atletas tentam tirar vantagens sobre os outros desrespeitando as regras e a ética esportiva.

Algumas regras são feitas para tornar as disputas mais saudáveis e deixar que as dificuldades do esporte sejam iguais para todos, dessa forma a competição premiará certamente o atleta que se preparou melhor nos treinamentos e aquele que naturalmente conta com mais talento. 

A vitória é valiosa e cobiçada, é o resultado de muito trabalho e sacrifício na disputa entre atletas, mas deve-se porém respeitar todas as regras, escritas ou não. A regra da lealdade profissional, por exemplo, é resultado de uma boa formação cultural e familiar que se estiver presente no caráter dos nossos adolescentes poderá levar para o futuro ensinamentos preciosos quando se tornarão adultos competindo profissionalmente.

Devemos ensinar para as categorias de base que alguns atos não valem a pena, o doping certamente é um deles. Vencer uma competição é o resultado de muitos fatores somados, a diferença que eventualmente o doping poderá fazer não valera a pena pelos prejuízos que certamente trará. 

Esse comportamento no esporte, evidentemente é mais um deslize do ser humano querendo tirar vantagens, abreviando as dificuldades necessárias para se obter um resultado. Na vida cotidiana não é diferente, assim como é o doping para o esporte, inúmeras ações rotineiras assumem o mesmo caráter trapaceiro, onde pessoas tiram vantagem através de ações ilegais obtendo benefícios e méritos desmerecidos.

Ao terminar uma competição no degrau mais alto do pódio, o atleta levanta os braços realizando um sonho inconsciente de voar por cima de seus adversários, de olhá-los do alto, e num piscar de olhos visualiza milhares de cenas onde passo a passo construiu sua trajetória de sacrifício, dedicação e estratégia até este maravilhoso momento.
Imagem que ficará impressa para sempre como um dos melhores momentos de sua vida. Mas tudo isso quando tal feito for conquistado de forma leal respeitando as regras e seus adversários.

Quando digo que o doping não vale a pena quero comparar a situação anterior de digna felicidade, ao atleta que prova a mesma sensação de subir ao pódio, mas que no silêncio de sua consciência esconde a preocupação e o amargo suspense da ansiedade, na espera pelos resultados dos exames anti-doping.

A vitória dessa forma não faz sentido, onde está a auto realização?
Sem o objetivo de superar seu adversário de forma honesta, respeitando as regras, a conquista perde valor, ofuscando o que deveria ser um bom trabalho, fundado em treinamento, sacrifício, concentração, criatividade, foco e determinação durante a prova.

Com o doping isso tudo se torna pálido e pouco valioso, o inconsciente desvaloriza algo que foi conquistado facilmente e transforma essa pessoa em um ser calculista, frio e sem emoções.

Valores que são construídos dentro do esporte refletem diretamente na vida cotidiana, por isso a importância do bom ensinamento aos jovens atletas, que no futuro mesmo longe do esporte serão pessoas de valor, respeitando e sendo respeitadas no esporte e na sociedade.

- Texto elaborado por Luciano Pagliarini, atleta patrocinado pela Fast Runner.
Ciclista brasileiro com mais de 300 vitórias, competiu por 11 anos na elite do ciclismo Mundial participando de provas clássicas como Tour de France, Giro de Itália, Volta da Espanha, Paris Roubaix e Olimpíadas.

Bons treinos!
Equipe Fast Runner

Confira alguns produtos em nosso site:
Bermuda De Ciclismo Flets Sport 2013
Sapatilha Diadora Jet Racer
Óculos Oakley Radar Lock Pitch
Garrafa Profile Aero Drink Térmico

Nenhum comentário:

Postar um comentário