3 de out de 2013

Segundo estudo, leite pode ajudar na recuperação após exercícios intensos


Foto: Divulgação


Pesquisadores avaliaram benefícios da ingestão do alimento, que contém carboidratos e proteínas na proporção adequada, depois de atividade física


A recuperação após a prática da atividade física é um dos grandes desafios para as ciências do esporte.  Este é um momento nobre, que nem sempre é devidamente valorizado. Durante a recuperação, nosso corpo adquire os benefícios do exercício que acabamos de fazer.

Existe um momento particularmente importante que corresponde aos primeiros trinta minutos imediatamente após o final da atividade. Durante este intervalo, as células musculares estão ávidas por nutrientes para repor os estoques de energia utilizados durante o exercício e também necessitam de proteína para reparar o chamado dano tecidual, provocado pelo esforço realizado.

A combinação de carboidratos e proteínas administrados no início da recuperação já é praticamente um consenso como estratégia nutricional. Com o propósito de confirmar este benefício, um grupo de pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, realizou um trabalho científico que foi publicado este mês no Medicine and Science in Sports and Exercise, uma das revistas científicas mais importantes da área.

Os pesquisadores avaliaram os benefícios da ingestão de um alimento que contém carboidratos e proteínas na proporção adequada imediatamente após o exercício: o leite. Os voluntários do estudo foram avaliados durante a recuperação em duas situações: uma situação controle onde ingeriam 500ml de água e outra onde ingeriam 500ml de leite semidesnatado imediatamente após a prática de uma atividade física intensa.

Quando os testes que avaliavam a recuperação foram aplicados 24, 48 e 72 horas após a atividade, os pesquisadores constataram importantes benefícios obtidos quando os voluntários ingeriram o leite, comparado com a ingestão de água. A recuperação proporcionada pela ingestão do leite era muito mais rápida e eficaz, comprovada por testes físicos e dosagem de indicadores sanguíneos relacionados aos processos de reparação tecidual e reposição dos estoques de energia.

Trata-se de uma comprovação científica dos benefícios de um dos alimentos mais importantes da nossa dieta que, se utilizado de maneira estratégica, pode proporcionar resultados que devem ser muito valorizados, por contemplar um momento especial que é a recuperação pós-exercício.
Fonte: Globo Esporte 
Bons treinos!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner
Siga a Fast Runner também no Instagram: @lojasfastrunner ou clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário