5 de jan de 2011

Comece no triathlon com o pé direito

O mais complicado é a natação. Se for esse o seu caso, comece com treinos curtos, de 30 min apenas. Dica: não se preocupe tanto com a velocidade. Descontraia um pouco e concentre-se em “agarrar e empurrar” a água com o cotovelo no ângulo de 90º. Não deslize a mão através da água. Imagine que precise rastejar dentro de um tubo. É isso o que tem de fazer, mas na piscina.

São necessárias 20 braçadas para completar 25 m. Alongue o braço para frente, o máximo que puder, sem virar o corpo de lado. Depois empurre. Esse é o objetivo: alongue o braço para frente sem torcer o corpo para o lado, e empurre para trás.

Respire a cada braçada. Na piscina, alterne os lados para respirar. Por exemplo: na ida, respire, de acordo com as braçadas, pelo lado direito. Na volta, pelo esquerdo.

Aprenda a nadar no mar ou em lagos com roupas de neoprene. A roupa ajuda na flutuação, mas, ao dar as braçadas, será necessário um pouco mais de força, pois o tecido pode limitar um pouco a mobilidade dos ombros. Às vezes, dê uma olhada para frente, para corrigir a direção, se for necessário.

Invista no fortalecimento muscular. Faça flexões, abdominais etc., em casa, ou và à academia treinar. Fortalecer a musculatura é essencial.

Evite sessões muito duras com a bike. Mantenha uma cadência em torno de 90-100 RPM. O cansaço será menor.

Combine bike e corrida. Inclua no seu plano de exercícios transições reais entre as duas modalidades. Faça 1 km com a bike num ritmo acelerado, para ajudar a soltar mais as pernas e para eliminar o ácido láctico acumulado.

Veja também:

> Asics Noosa Tri 6

> Meia de compressão Nike Run Cush

> Frequencímetro Timex Personal Trainer

Fonte: Sport Life

Um comentário: