21 de nov de 2013

Importante na corrida, postura deve ser ajustada para não prejudicar treino


Foto: Shutterstock

Coluna e pescoço, se não apoiados corretamente, são sobrecarregados, podendo causar dores e atrapalhar a prática da atividade esportiva


A fuga do sedentarismo vem formando muitos atletas amadores, que saem dos seus trabalhos, colocam um tênis, uma roupa confortável e vão em busca de hábitos de vida mais saudáveis. Porém esses atletas amadores, em geral, trabalham sentados durante a maior parte do dia e não ficam imunes ao problema mais comum que essa postura causa: a dor nas costas. Não é raro algum treino ser prejudicado por um problema causado pela postura inadequada no trabalho.

Na posição sentada, a coluna lombar tende a perder sua curvatura normal, chamada de lordose, ficando em uma postura mais retificada. A lordose lombar pode até mesmo ficar com a curvatura invertida em cadeiras de encosto mais “fundo”. Essa posição aumenta a sobrecarga sobre as estruturas da coluna e a compressão nos discos intervertebrais, fatores que geram dor e exercem uma influência negativa nos casos de hérnia de disco.

Para proteger a coluna desses efeitos, coloque um apoio na cadeira na região lombar. Existem no mercado alguns apoios infláveis ajustáveis à necessidade de cada pessoa, mas uma toalha enrolada ou uma almofada pequena também atendem bem ao objetivo. A ideia é deixar a lombar levemente curvada para frente, imitando a posição que ela fica quando estamos em pé.

Outra região que pode incomodar o atleta no treino após o trabalho é o pescoço (coluna cervical). Normalmente o músculo trapézio fica muito tenso, causando dor desde o pescoço até os ombros. Essa tensão, em geral, piora nos treinos de corrida se o atleta apresentar um padrão de movimento com elevação dos ombros. Para evitar essas dores, é importante manter os ombros abaixados no posto de trabalho, ajustando adequadamente a altura da cadeira para que ombros e punhos fiquem alinhados, e a altura do computador, posicionando o monitor na altura dos olhos. Manter os pés apoiados no chão também ajuda.

Levantar-se e dar alguns passos ao longo do dia é importante para a saúde da coluna. Já o alongamento da coluna não exerce uma função protetora significativa, segundo pesquisas científicas.

Mudar de posição periodicamente na própria cadeira também contribui para o alívio do segmento. Faça isso pensando em colocar a coluna em uma posição que mantenha suas curvaturas fisiológicas, fugindo de posturas “afundadas” e muito inclinadas para trás.

Fonte: Globo Esporte | Raquel Castanharo, fisioterapeuta, mestra em biomecânica da corrida na USP.

Bons treinos!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner

Confira alguns produtos em nosso site:

           

Siga a Fast Runner também no Instagram: @lojasfastrunner ou clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário