12 de dez de 2013

Questionário canadense indica riscos em provas longas como São Silvestre

Legs and shoes
Foto: Foter / chuddlesworth / photo on flickr

Muito simples, sete perguntas servem apenas como um sinal de alerta e não substituem a avaliação médica especializada antes da prática esportiva


Novamente, a Corrida Internacional de São Silvestre será realizada no período da manhã, com largada e chegada à Av. Paulista. Os cadeirantes farão a primeira largada, às 6h50, e outros portadores de necessidades especiais, às 6h55. As nossas atletas femininas de elite largarão às 8h40 e logo em seguida, às 9h, partirão os atletas de elite masculinos, o pelotão especial (masculino e feminino) e os esportistas em geral.

Portanto, vamos recordar as recomendações para os esportistas em tratamentos diversos e principalmente os cardiológicos. Procure seu cardiologista para consultá-lo, explicando que pretende correr os 15km da São Silvestre. A avaliação, como já explicamos em artigo anterior, deve abranger exames de laboratório para pesquisar principalmente as dosagens da glicose, das gorduras (colesterol e triglicérides), um teste ergométrico até a exaustão (avise desse limite ao médico que fará o seu exame) - o que é muito importante - e, aí sim, a finalização da avaliação do seu estado físico e clínico.     

A preparação orientada por um treinador (diplomado) já deverá estar bem avançada, o que faz a diferença na qualidade do condicionamento físico e na prevenção dos riscos de problemas médicos.

Um fato corriqueiro é a impossibilidade de muitos passarem no médico antes de uma corrida popular. Devido a isso, no Canadá, para diminuir os riscos das corridas de rua, foi criado um questionário bem simples, dirigido para as milhares de pessoas que participam destas corridas, para ser respondido por quem ainda não esteve no médico.

Este questionário, conhecido como “PAR-Q (Physical Activity Readiness Questionnaire”, ou Questionário de Prontidão para Atividade Física), é uma simples  triagem pré-esportiva. Consiste em sete perguntas, às quais se responde ‘sim’ ou ‘não’. No caso de alguma resposta ser ‘sim’, o esportista tem a obrigação de procurar um médico antes de participar daquela prova. Se todas respostas sinceras forem  ‘não’, considera-se baixa a possibilidade de o indivíduo ter algum risco durante a atividade física. Como é muito simples, serve como apenas alerta e não substitui a avaliação médica especializada. Vamos a ele:

Questionário de Prontidão para Atividade Física (PAR-Q)

1- Algum médico já disse que você possui algum problema de coração e que só deveria realizar atividade física com supervisão de profissionais de saúde?
2- Você sente dores no peito ou sensação de peso ou palpitações quando pratica atividade física?
3- No último mês, você sentiu dores ou algum mal-estar no peito quando praticava atividade física?
4- Você apresenta desequilíbrio devido à tontura e/ou perda de consciência?
5- Você possui algum problema ósseo/articular ou muscular que poderia piorar pela atividade física?
6- Você toma atualmente algum medicamento para pressão arterial e/ou outro problema de coração?
7- Sabe de algum outro motivo pelo qual você não deve realizar atividade física?

Caso precise de alguma avaliação médica, não participe da corrida sem tê-la feito.

Fonte: Globo Esporte | Nabil Ghorayeb é doutor e especialista em cardiologia e medicina do esporte.

Bons treinos!
Equipe Fast Runner
Por Fast Runner
Confira alguns produtos em nosso site:


AMA/LAR    PTO/VERM    VERDLI    

Siga a Fast Runner também no Instagram: @lojasfastrunner ou clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário