7 de out de 2010

O doping mora ao lado

Mais cedo ou mais tarde essa “bomba” vai estourar. Todos sabemos que o doping não está restrito ao pelotão profissional. Podemos fingir que não estamos vendo, mas o cara que alinha ao seu na lado pode sim estar dopado.

Estamos falando do esporte amador, onde o controle anti-doping não existe. Por outro lado, esse mesmo esporte amador pode render patrocínio e, principalmente, vale vaga para uma competição internacional. Comprar anabolizantes é fácil e quem gasta fortunas em uma bike ou em uma viagem para o Hawaii tem verba sobrando pra se turbinar.

É justo? Claro que não. Mas o que fazer se o controle não existe?

O leitor Artur Ironman deixou um comentário interessante no outro post (que copiei aqui abaixo). Gostaria que vocês também relatassem suas experiências e dessem sugestões para o nosso esporte ser limpo.

"Em relação ao que a Simone falou,sobre triatletas amadores. Eu estava conversando com amigos do México no Ironman 2009 e entrou na conversa, o dopping. Eis que todos exatamente todos os amigos mexicanos no total 6, disseram que estavam fazendo uso do CERA. Sem cerimônia falaram como se tivesse tomando gel. E outra dos 6, 4 pegaram vaga para o Hawaii em outra prova antes do Brasil. E os outros 2 não conseguiram por problemas mecânicos. No Brasil eles estavam começando outro ciclo para Kona. Amigos não tem como você brigar com caras assim, mesmo estando no mesmo nível, se o cara se dopar, fica muito complicado. No méxico esses meus amigos me confessaram que tem atletas que ganham de profissionais em provas longas, mas são amadores e porque? Porque não tem anti doping. E os mesmos vão para Kona fazem grandes provas,tem patrocínio,vivem do esporte e não são profissionais e porque? Se esses caras se profissionalizarem serão pegos e perderão os seus benefícios.Isso eu estou falando do México país que apesar de ter muito praticante,não tem muita tradição no triathlon, imaginem em outros países, inclusive aqui no Brasil. Vou ficar quieto senão arrumo um processo”.

Fonte: Blog Pedaladas do Bruno Viccari.


Veja também:

> Pilotos de automobilismo também se arriscam no Triathlon

> Suplementação para auxiliar no triathlon

> Dicas nutricionais para triatletas


Nenhum comentário:

Postar um comentário