9 de nov de 2010

Confira algumas dicas importantes para o Ironman

Para a maioria dos novatos, conquistar a vaga parece ser a parte mais difícil da prova. Por mais que isso seja parcialmente verdade, uma vez que você tenha conquistado sua vaga a segunda parte da jornada começa: entrar em forma e ajustar os detalhes para o dia mais importante em sua carreira como atleta no triathlon.

Começando pela recuperação de sua prova classificatória, é provável que você tenha tido a melhor prova de sua vida, e deixou toda energia no percurso para conquistar a tão sonhada vaga. Um esforço desse tipo tem um impacto não somente mental, pois você só consegue tolerar dor intensa por tantas horas, algumas vezes por ano, mas existe também uma razão de equilíbrio hormonal, e os treinos no mês seguinte à prova devem ser focados na recuperação de sua motivação e saúde física, e não em termos de melhora de sua forma física.


Passada essa fase, não inicie imediatamente seus treinamentos de ironman, por mais que seja tudo que passe em sua cabeça. Escolha algumas provas curtas e foque nelas, não pense ainda nos treinos específicos que virão nas semanas finais. Isso lhe deixará motivado e fisicamente descansado para entrar com vontade na fase final e mais importante de seus treinos. Caso contrário, quando os treinos mais importam - as últimas 6 semanas - já não vai mais aguentar o ritmo massacrante do ironman.

Lembre-se que você já está extremamente em forma. A fadiga da prova classificatória ainda pode estar presente, mas tudo que você precisa fazer é manter sua forma da prova classificatória e ao mesmo tempo ajustar os detalhes específicos em seus treinos, preparando-se assim para as condições da disputa. Mas lembre-se que é bem provável que sua melhor forma física do ano foi exatamente nas semanas anteriores da prova classificatória, portanto não compare seus treinos atuais com os daquela época, pois isso irá derrubar sua confiança. Você vai se sentir pressionado a treinar mais para voltar aquela forma, e essa combinação o levará a uma fadiga profunda e burnout mental.

Outro detalhe importante é sua atitude em relação aos treinos e no dia da prova. Para a prova classificatória, é bem provável que você tenha se arriscado em diversas situações, treinado forte mesmo naqueles dias em que não estava 100% saudável, talvez tenha ignorado aquela dorzinha, e no dia da prova arriscou um ritmo forte pois sabia que a conquista da vaga seria apertada. Porém, alivie um pouco, pois a última coisa que você precisa é uma lesão que lhe impedirá de largar, ou se machucar no dia da prova e não conseguir terminá-la.

Veja também:


> Suplementação para auxiliar no Triathlon

>
Dicas nutricionais para triatletas

> Driblando a insônia

>
Roupa de borracha Aqua Sphere Wracer Ironman

Fonte: Sport Life

Nenhum comentário:

Postar um comentário